Menu


Pastoreio efetivo - Parte 2

26 OUT 2015
26 de Outubro de 2015

1.     EXPOSIÇÃO (20 minutos)

Esforça-te para saber bem como suas ovelhas estão, dê cuidados a atenção aos seus rebanhos, pois as riquezas não duram para sempre, e nada garante que a coroa passe de uma geração a outra. Quando o feno for retirado, surgirem novos brotos e o capim das colinas for colhido, os cordeiros lhe fornecerão roupa, e os bodes lhe renderão o preço de um campo. Haverá fartura de leite de cabra para alimentar você e sua família, e para sustentar as suas servas. (Provérbios 27.23-27).

Na primeira parte de nosso estudo relembramos que na CCV o pastoreio das vidas é uma atribuição compartilhada entre muitos através do discipulado! Pastorear é uma atitude de aproximação e compaixão que requer humildade e amor, e que apesar de não ser algo fácil, quem já entendeu e adotou o pastoreio como estilo de vida, sabe o quão glorioso é cuidar das ovelhas que nos foram confiadas pelo Senhor.

Vimos a primeira de cinco recomendações de Provérbios 27.23-27 para um pastoreio efetivo: Esforço para saber bem como estão as ovelhas. As ovelhas por vezes comportam-se como a mulher sunamita, que mesmo com o coração tomado de tristeza, indignação, desespero e outro sentimentos resultantes de um drama como aquele, disse: “está tudo bem”. As pessoas fazem isso por vergonha, medo de incomodar, timidez, orgulho, etc. (II Reis 4.26). Todavia, o dom de DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS descrito em 1º Coríntios 12:10 pode ajudar muito.

A segunda recomendação é: Cuidado e atenção ao rebanho. O Senhor escolheu a ovelha para simbolizar as pessoas que compõem seu povo por conta das peculiaridades dos seres humanos. Assim como as ovelhas, as pessoas precisam de cuidados. São carentes, não podem se suprir, se curar, se conduzir por conta própria. Precisam ser pastoreadas, orientadas, ensinadas, corrigidas, motivadas, curadas.

Esse cuidado só é possível quando há auto entrega. "O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas". João 10:11. Este foi o exemplo que Jesus nos deu. O apóstolo Paulo nos dá um exemplo de como se age com pessoas, mesmo cheio de problemas - e até fazendo oposição ao ministério, como foi o caso dos coríntios. A estes Paulo escreve: "Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol das vossas almas. Se mais vos amo, serei menos amado?" II Coríntios 12:15.

 Ele também requer preocupação com a restauração de cada um individualmente. A parábola da ovelha perdida nos mostra este fato: "Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas, e uma delas se extraviar, não deixa para ele nos montes as noventa e nove, indo procurar a que se extraviou? E, se porventura a encontra, em verdade vos digo que maior prazer sentirá por causa desta, do que pelas noventa e nove, que não se extraviaram. Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai Celeste que pereça um só estes pequeninos." Mateus 18:12-14.


2.     APLICANDO OS DONS ESPIRITUAIS (5 minutos)

No cuidado com as ovelhas podem ser aplicados vários dons, entre eles Dons de Curar (I Coríntios 12:9), que visam a cura sobrenatural de enfermidades ou doenças sem ajuda de meios naturais ou habilidades humanas. Esse dom pode ser extremamente útil em uma época como a nossa de tantas ovelhas doentes e constantes falhas e precariedade dos sistemas de saúde! Mesmo na ausência desse dom nós devemos, independentemente, orar pelos vários tipos de enfermidades das ovelhas (física, afetivo-emocional e espiritual).

3.     PERGUNTAS PARA REFLEXÃO EM GRUPO (10 minutos)

1.     Em sua opinião o que é mais difícil no cuidado com as pessoas?

2.     Há alguém na célula com algum dom de cura? Que tal exercitá-lo agora mesmo orando pelos enfermos presentes?

4. INDICADORES DE DISCIPULADO (5 minutos)

Lembre-se e revise os 6 indicadores de discipulado: A sós com o Mestre Jesus; Viva na Palavra; Ore com Fé; Comunhão com a igreja; Testemunhe para o mundo; Ministre aos outros.

Voltar

© Copyright - Todos os direitos reservados.

Corpo Vivo

Comunidade