Menu


CCV - Comunidade Corpo Vivo

Acolhendo as famílias

Verdadeiros Adoradores - Parte 4

13 JUN 2016
13 de Junho de 2016

1. EXPOSIÇÃO (20 minutos)

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem", (João 4: 23)

O que significado adorar “em espírito e em verdade”. Afinal, o que significa primeiramente “adorar”? Entender essas palavras de Jesus, eis nosso desafio. Bem, até agora três palavras gregas nos ajudaram nesse objetivo: “PROSKUNEO”, “LATREIA” e “SEBEIN”,  com base nelas colhemos três conclusões até agora:

1)   ADORAR A DEUS equivale a RENDER-SE INCONDICIONALMENTE A ELE, é um ato de graciosa submissão e reconhecimento por ser ele o criador e o salvador do seu povo!

2)   ADORAR A DEUS É SERVI-LO COM EXCLUSIVIDADE!

3)   ADORAR A DEUS É REVERENCIÁ-LO!

Alguma vez na vida você já teve ter ouvido a palavra “liturgia” em português, ela procede do grego: “LEITOURGEO”. Essa palavra está relacionada com a visão do trabalho para Deus na execução de tarefas no contexto eclesiástico e também social, quando exercitamos nossos dons espirituais.

Por exemplo, na antiguidade tudo que os sacerdotes do Senhor faziam no âmbito do templo era considerado um “serviço de adoração”. É claro que o sacrifício de Cristo ao mor­rer em nosso lugar na cruz, além de ser superior também tornou aquele serviço ultrapassado. Mas, nós que fazemos parte do Povo de Deus somos todos designados como “sacerdote”, com a função de atalaias das virtudes do Se­nhor e testemunhas de Cristo por onde for onde andarmos, segundo nos diz Pedro em sua primeira carta, no capítulo 2 e versículo 9.

Paulo chamava seu trabalho pastoral de dedicação às igrejas como uma oferta que Deus aceitava. (Romanos 15:16).

Em 2 Coríntios 9:12 e 13, o trabalho de arrecadar fundos para as pessoas mais vulneráveis da igreja foi chamado de “serviço mi­nisterial” (LEITOURGIA).

Nosso serviço e dedicação aos irmãos, quando motivados pelo amor a Deus, é considerado “LEITOURGIA”, de acordo com Atos 13.2: “E, servindo (LEITOURGEO) eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo, para a obra a que os tenho chamado". Quem serve a Deus ser­ve a Igreja e vice-versa.

Feito essas considerações concluímos: ADORAR É REALIZAR SERVIÇO SACERDOTAL.


2. APLICANDO OS DONS ESPIRITUAIS (5 minutos)

Voltemos outra vez ao dom de SERVIR em Romanos 12:7a, aqui ele vai aparecer como fundamental à Verdadeira Adoração!
Recordemos que este dom se aplica a toda ajuda concreta que um discípulo de Cristo presta ao seu Corpo, a igreja, e às pessoas também fora da igreja e que estão passando por todo tipo de necessidade.

3. REFLEXÃO EM GRUPO (10 minutos)

·    Alguém seria capaz de mencionar as 4 definições de Adoração vistas até aqui?

4. INDICADORES DE DISCIPULADO (5 minutos)

Revise com os participantes da célula os 6 indicadores de discipulado:

1)    A sós com o Mestre;
2)    Viva na Palavra;
3)    Ore com fé;
4)    Comunhão com a igreja;
5)    Testemunhe para o mundo;
6)    Ministre aos outros.

Bispos Antonio & Tally

Versão para download e impressão
Voltar

© Copyright - Todos os direitos reservados.

Corpo Vivo

Comunidade