Menu


CCV, A Essência Está No Nome – parte 1

23 NOV 2015
23 de Novembro de 2015

1. EXPOSIÇÃO (20 minutos)

“E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. “ Atos 2.44

A CCV – Comunidade Corpo Vivo foi fundada em 21.12.2003, portanto, em 2015 completamos 12 anos de existência! Esse é um momento oportuno para refletirmos sobre quem somos.

Nossa essência está no próprio nome e isso facilita muito a nossa reflexão!

Vamos começar pelo termo “comunidade”. Observe os fragmentos abaixo extraídos de duas definições de comunidade:

“O termo comunidade ainda é usado para denominar uma forma de associação muito íntima, um grupo altamente integrado...”  

“A palavra comunidade tem origem no termo latim communitas. O conceito refere-se à qualidade daquilo que é comum...ou de pessoas vinculadas por interesses comuns. ”
Esses fragmentos foram escolhidos porque eles ajudam a explicar a escolha do termo “Comunidade” para o nosso nome. Então, vamos destacar alguns pontos:

“...forma de associação muito íntima.” Muitas associações são baseadas na superficialidade, num jogo de esconde-esconde sem fim, não é o caso da CCV! Somos um grupo de pessoas que se associaram e decidiram compartilhar suas vidas, experiências, lutas, provas, conquistas e dificuldades.

“...um grupo altamente integrado. ”  Estar integrado à CCV é justamente assimilar essa proposta de associação muito íntima, é estar incorporado, incluído, absorvido por esse nível de compartilhamento profundo de experiências e de vida.

“...pessoas vinculadas por interesses comuns. ”  Temos muitos interesses comuns, entre eles, o mais importante é que todos nós buscamos um estilo de vida centrado em Jesus e baseado nos princípios eternos de Sua Palavra, a Bíblia Sagrada.

A igreja que se formou após a ressurreição de Cristo vivia como uma comunidade: “E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. “ Atos 2.44. Esse é um fator que nos inspira e nos motiva a seguir com nosso propósito de sermos uma Comunidade Corpo Vivo!

“E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. ” Atos 4.32.

2. APLICANDO OS DONS ESPIRITUAIS (5 minutos)

O DOM DE AJUDA (ou SOCORRO) descrito em I Coríntios 12.28 é muito importante para uma vida em comunidade.  Do original antílempsis, literalmente “habilidade para ajudar ou socorrer” Significa segurar para apoiar, estar ao lado, cooperar, responder a um pedido.

3. PERGUNTAS PARA REFLEXÃO EM GRUPO (10 minutos)

·    Que outros dons, atitudes e posturas são importantes para uma vida em comunidade?
·    Em sua opinião, quais são os desafios mais instigantes de uma vida em comunidade?

4. INDICADORES DE DISCIPULADO (5 minutos)
Lembre e revise com os participantes da célula os 6 indicadores de discipulado.
Voltar

© Copyright - Todos os direitos reservados.

Corpo Vivo

Comunidade